Total de visualizações de página

sexta-feira, 15 de março de 2013

Pujança e miséria do ativo MRVE3












Em 28 de Dezembro de 2012
o ativo bateu o martelo em R$ 11,98








                                                                         Segundo trimestre de 2012. A Engenharia fechou o segundo trimestre com lucro líquido de 145 milhões de reais, queda de 23,4% sobre o ganho obtido um ano antes. A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou 212 milhões de reais entre abril e junho, 17 por cento menor na relação anual, com a margem caindo de 25,9 para 19,4 por cento.


                                                                           Lista suja de trabalho escravo. A empresa foi incluída na última atualização do ano de 2012 na chamada lista suja do trabalho escravo. A primeira vez em que a empresa constou na lista foi em agosto deste ano, quando uma fiscalização do Ministério do Trabalho teria constatado condições irregulares em algumas obras. Um dos maiores efeitos da medida foi a suspensão, pela Caixa Econômica Federal, de novos créditos à incorporadora.
Em meados de setembro, a incorporadora obteve, no Superior Tribunal de Justiça, uma liminar para tirá-la da lista. A tese alegada foi que a inclusão ocorreu sem nenhum ato administrativo prévio, o que seria ilegal.
 

                                                                           Resumo de 2012. Bateu o martelo em 28 de Dezembro de 2012 valendo a quantia de R$ 11,98 com alta em 2012 de 16,42%. Em 29/12/2011 fechou o ano valendo R$ 10,70, com queda anual de -30,57%. Segundo o balanço divulgado a MRV fechou 2012 com um lucro líquido 30,6% menor do que aquele reportado em 2011, ficando em R$ 528 milhões. Olhando o 4º trimestre do ano, também houve queda em relação ao mesmo período de 2011, indo de R$ 209 milhões para R$ 115 milhões ou piora de 44,9%. O lado bom foi a receita líquida acumulada em 2012 ter crescido 6,2% em relação a 2011, para R$ 4,266 bilhões, só que o desempenho da receita no último trimestre ficou 12,5% abaixo do que foi visto no mesmo período do ano anterior, em R$ 1,023 bilhão. O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) trimestral despencou 40,5% na mesma base comparativa, para R$ 171 milhões. Já estão projetando um primeiro trimestre de 2013 não muito bom. O mercado contava com dados melhores em 2012. Outro fato interessante é que o valor do ativo nos últimos dois ano ficou andando de lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário